É a China uma boa alternativa de cooperação para África?

  • Arcénio Francisco Cuco Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumen

Este texto tem em vista analisar a expansão chinesa em África, buscando entender o seu impacto no desenvolvimento de países africanos. Também procura entender por que a China, a partir de um dado momento, se torna um parceiro de cooperação preferido pelos países africanos a despeito dos parceiros tradicionais de cooperação (ocidente). O texto procura responder às seguintes indagações: Até que ponto a cooperação China-África pode ser benéfica para o desenvolvimento do continente africano comparada aos modelos de desenvolvimento imposto pelo ocidente? Poderia o modelo chinês ser alternativa ao criticado modelo tradicional de cooperação ocidental? Do ponto de vista metodológico, a revisão bibliográfica, bem como a análise de alguns documentos (o relatório da Africa Progress Report e o relatório publicado pelo AfriMAP – Africa Governance, Monitoring and Advocacy Project) são a principal base de sustentação das ideias que se procuram defender no presente texto.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Arcénio Francisco Cuco, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Grupo de Pesquisa Direito à Verdade e à Memória e Justiça de Transição e do Grupo de Pesquisa em Criminologia (GEPCRIM), Brasil.

Publicado
2016-12-28
Cómo citar
Cuco, A. (2016). É a China uma boa alternativa de cooperação para África?. Cuadernos De H Ideas, 10(10). Recuperado a partir de https://perio.unlp.edu.ar/ojs/index.php/cps/article/view/3608
Sección
Artículos