Interfaz entre teoría y práctica

Una experiencia de pasantía/extensión en psicología

Palabras clave: talleres, adolescentes, identidad, investigación-acción

Resumen

El autor describe en este trabajo la experiencia de los talleres para adolescentes que fueron desarrollados entre la Universidad Federal de Santa María (UFSM) y el Municipio de la ciudad de Jaguari, Río Grande del Sur, Brasil, que tuvo como objetivo de generar un espacio de reflexión sobre el desarrollo de la identidad y la elección de una carrera universitaria. Las actividades, llevadas a cabo por estudiantes de la Facultad de Psicología, permitieron articular los conocimientos de las clases con las dinámicas inspiradas en los principios de la metodología de investigación-acción.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Barbier, R. (1985). Pesquisa ação na instituição educativa. Rio de Janeiro, Brasil: Jorge Zahar.

Bobbio, N. (1992). A era dos direitos. Rio de Janeiro, Brasil: Campus.

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Retirado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm

Callejo, J. (2001). El grupo de discusión. Introducción a una práctica de investigación. Barcelona, España: Ariel.

Coimbra, C. (1995). Os caminhos de Lapassade e da Análise Institucional. Revista do Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense, 7(1), 52-80.

Engel, G. I. (2000). Pesquisa-ação. Educar em Revista, (16), 181-191. Retirado de https://revistas.ufpr.br/educar/article/view/2045

Fazenda, I. C. A. (Org.) (2002). Formação docente: rupturas e possibilidades. Campinas, Brasil: Papirus.

Fior, C. A. y Mercuri, E. (2009). Formação universitária e flexibilidade curricular: importância das atividades obrigatórias e não obrigatórias. Psicologia da Educação, (29), 191-215. Retirado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-69752009000200010&lng=pt&tlng=pt

Franco, M. A. S. (2005). Pedagogia da pesquisa-ação. Educação e Pesquisa, 31(3), 483-502. https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300011

Freire, P. (1983). Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro, Brasil: Paz e Terra.

Geraldi, C. M. G. (1994). Currículo em ação: buscando a compreensão do cotidiano da escola básica. Pro-posições, 51(3), 111-132. Retirado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8644307

Lei Nacional Nº 9.394 (1996). Estabelece as Diretrizes e Bases da educação nacional. Legislação, Brasília, DF. Retirado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm

Lewin, K. (1973). Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo, Brasil: Cultrix.

Passos, E. y Barros, R. (2000). A construção do plano da clínica e o conceito de transdisciplinaridade. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 16(1), 71-79. https://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722000000100010

Souza Santos, B. (2004). A universidade no século XXI. Para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo, Brasil: Cortez.

SESU/MEC (Secretaria de Educação Superior/ Ministério da Educação). (2001). Fórum de pró-reitores de extensão das universidades públicas brasileiras. Avaliação Nacional da Extensão Universitária, apresentando o Plano Nacional de Extensão Universitária. Brasília, Brasil: Atual UESC.

SESU/MEC (Secretaria de Educação Superior/ Ministério da Educação). (2006). Fórum de pró-reitores de extensão das universidades públicas brasileiras. Indissociabilidade ensino–pesquisa–extensão e a flexibilização curricular: uma visão da extensão. Brasília, Brasil.

Tripp, D. (2005). Action research: a Methodological Introduction. Educação e Pesquisa, 31(3), 443-466. https://doi.org/10.1590/S1517-97022005000300009

Universidade Federal De Santa Maria (1999a). Resolução nº 027. Estabelece normas para registro das Atividades Complementares de Graduação, como parte Flexível dos Currículos dos Cursos de Graduação. Santa Maria.

Universidade Federal De Santa Maria (1999b). Resolução nº 027. Estabelece normas para a criação de Disciplinas Complementares de Graduação. Santa Maria.

Publicado
2021-02-27
Cómo citar
Vautero, J. (2021). Interfaz entre teoría y práctica. Extensión En Red, (11), e021. https://doi.org/10.24215/18529569e021
Sección
Artículos